Atualizado 15h49 do dia 22/04/20 – O HAOC informou há pouco que já está com a capacidade de leitos ampliada para atender pacientes com sintomas de síndrome respiratória, entre eles casos suspeitos ou confirmados de COVID-19. Os números novos números são: 18 leitos equipados para ventilação mecânica e 24 leitos clínicos de enfermaria para internações em respiração espontânea. O hospital ainda lembra que “se houver demanda, há capacidade para aumentar o número de leitos”.
Seis novas internações foram registradas no Hospital Augusto de Oliveira Camargo, o Haoc, em Indaiatuba, ontem, feriado de Tiradentes. Todas essas internações são de pacientes com sintomas de síndrome respiratória.
A direção do Hospital, informou que inicialmente destinou uma ala com 10 leitos de enfermaria e 8 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), todos com equipamentos para ventilação mecânica. Com as internações ocorridas ontem, dia 21 de abril, a capacidade máxima foi atingida na unidade e houve a necessidade de criar outra ala.
Na manhã desta quarta-feira, 22, são 13 pacientes com ventilação espontânea internados no Haoc e 6 com ventilação mecânica – intubados em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
Destes 19 pacientes internados no Haoc, 4 testaram positivo para Covid-19 em testes rápidos feitos no próprio hospital. O boletim desta quarta-feira, 22,foi divulgado às 11h56.
Segundo o Haoc, para ser submetido ao teste rápido é necessário que o paciente apresente sintomas há pelo menos sete dias, entre outros requisitos. O hospital também envia amostras para análise do Instituto Adolfo Lutz. (Joseane Miranda/Radio Jornal Indaiatuba).

Deixar um Comentário