Em três meses mortes por Covid-19 aumentam 1.240%

0

Por Gil Nunes – Em três meses Indaiatuba teve crescimento de 1.240% nos casos de óbitos de pacientes confirmados com Covid-19. A cidade terminou abril com cinco casos e fechou junho com 62, ou seja, 57 mortes a mais em relação ao primeiro mês. O primeiro registro de óbito em Indaiatuba ocorreu em 15 de abril e o mês terminou com um óbito a cada 144 horas. Já em maio o município chegou a 20 casos, com média de uma morte a cada 37 horas. Em junho foram 37 vidas perdidas para o Covid-19, ou seja, uma morte a cada 19 horas.
Comparando os números de mortes por Covid-19 de maio com abril o crescimento foi de 400% e de maio com junho o aumento foi de 185%. Julho já começou com o anúncio de sete óbitos em apenas dois dia superando todo o mês de abril. Se considerar julho o aumento em relação ao mês do primeiro registro de morte o acréscimo é superior de 1.340%, com média de morte a cada cinco horas.

Covid-19 faz 148% mais vítimas que AVC em Indaiatuba

0

Por Gil Nunes – Número de vítimas de Covid-19 em Indaiatuba é 148% superior aos casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral). Enquanto de 1º de abril a 30 de junho foram registrados 25 óbitos pela doença no mesmo período foram 62 vítimas de Covid-19. Os números constam no portal transparência de registro civil mantido pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais e regulamentado pela portaria 46 do Conselho Nacional de Justiça Indaiatuba.
Já os casos de mortes por infarto em Indaiatuba somam 46. Portanto 34,78% a menos que o CoronaVirus, além disso outras doenças cardiovasculares vitimaram 35 pessoas na cidade, portanto a Covid-19 supera em 77,14% nesta situação.
Ainda segundo o mesmo site em 2019 foram registrados em Indaiatuba total de 331 óbitos e este ano o número aumentou para 403, que representa um acréscimo de 21,75%. Os maiores aumentos foram nas demais doenças – exceto cardiovasculares, que saltou de 78 em 2019 para 116 em 2020 e as demais doenças cardiovasculares que partiu de 13 no ano passado e chegou este ano em 35.

Indaiatuba confirma mais 5 mortes pela Covid-19 3 total sobre para 67

0

Por Joseane Miranda –  Indaiatuba registra nesta quarta-feira (1º) um recorde na confirmação de mortes pela Covid-19. A Prefeitura confirmou 5 óbitos pelo novo coronavírus. O total de mortes subiu para 67.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica também confirma mais 104 casos positivos da doença no município. O total de moradores com teste positivo subiu para 1.733 infectados.

Sobre os cinco óbitos confirmados hoje a Prefeitura informa que eles ocorreram no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), no Hospital Santa Ignês e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). A prefeitura tenta também colocar em outros municípios através de um processo administrativo na Diretoria Regional de Saúde outros dois óbitos, que de acordo com o poder público não são de Indaiatuba.

Sobre as mortes registradas hoje a Prefeitura afirma que ontem, terça-feira (30.06) um paciente, masculino 78 anos, internado no Haoc desde o dia 25 de junho foi a óbito. Ele possuía hipertensão.

Ainda no Haoc, hoje (1º) outro paciente, masculino 43 anos, com hipertensão e obesidade foi a óbito vítima da Covid-19. Este paciente estava internado desde o dia 24 de junho.

Ainda nesta quarta-feira, o Departamento de Vigilância Epidemiológica recebeu resultado positivo de uma morte que ocorreu no Haoc no dia 10 de junho, paciente masculino 64 anos com hipertensão.

Na UPA do Jardim Morada do Sol, ontem (30), deu entrada para atendimento uma paciente, feminino 90 anos, com antecedentes de hipertensão e Alzheimer, não resistiu e veio a óbito, já possuía resultado de exame positivo para Coronavírus.

No Hospital Santa Ignês foi registrado um óbito hoje (1º) de uma paciente, feminino 74 anos, com antecedente de neoplasia. A paciente estava internada desde o dia 27 de junho.

Situação Epidemiológica

Nesta quarta-feira (1º) foram acrescentadas 507 notificações (casos que entram para investigação através de exame) e outros 104 casos positivos de Covid-19, além disso, foram descartados 450 suspeitos. Sendo assim, Indaiatuba soma 10.177 notificações; 1.733 confirmados, sendo que 67 evoluíram a óbito; 1.634 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, 32 pessoas que testaram positivo para a Covid-19 estão internadas nesta quarta-feira em tratamento para a doença. Ainda há outros 13 casos suspeitos aguardando resultado.

O total de internados com sintomas de síndrome respiratória aguda no município hoje é de 68 pessoas. São 36 internados em leito clínico e 32 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 63% para o Haoc e 75% para o Hospital Santa Ignês. Quando a internação é em relação aos leitos de UTI – Unidade de Terapia Intensiva a ocupação no Haoc é de 92% e do Hospital Santa Ignês 83%.

13,99% dos indaiatubanos ainda não entregaram o IR 2020

0

Por Gil Nunes – Ainda restam 13,99% dos contribuintes de Indaiatuba para entregar a declaração do Imposto de Renda 2020. O prazo final é às 23h59 de hoje, dia 30. Ao todo, foram contabilizadas em Indaiatuba 56.286 declarações desde 2 de março até domingo, dia 28 de junho. 

Neste ano a declaração é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 durante 2019. Inicialmente, o prazo seria encerrado em 30 de abril, mas foi ampliado por causa de reflexos da pandemia do novo coronavírus.

Quem fizer após o cronograma estipulado pela Receita Federal terá que pagar multa.

Maior cidade da região, Campinas tem 282,6 mil declarações registradas pelo sistema da Receita, total que representa 82,9% das 340,9 mil aguardadas pelo órgão ligado ao Ministério da Economia Como fazer a declaração?

O pagamento das restituições será feito em cinco meses, e não em sete como anos anteriores. O 1º lote foi pago em 29 de maio e consultas podem ser feitas no site da Receita, telefone 146 e aplicativo.

2º lote: 30 de junho de 2020

3º lote: 31 de julho de 2020

4º lote: 31 de agosto de 2020

5º lote: 30 de setembro de 2020

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

Procon adota novo horário de funcionamento a partir de quarta-feira (01)

0

Por Joseane Miranda – A partir de quarta-feira, 01 de julho, o Procon Indaiatuba passa a fazer o atendimento presencial no mesmo período adotado pela Prefeitura, de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h. As audiências que já estão agendadas não sofrerão alteração do horário.

O órgão de defesa do consumidor está situado na Av. Francisco de Paula Leite, 2263 – Jardim Kioto II. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail juridico.procon@indaiatuba.sp.gov.br ou telefones: 3835-6200 ou 3834-7601.

A população da cidade deve continuar priorizando o atendimento no Procon, através do  atendimentos por telefone ou e-mail.

Quem procura o Procon ou qualquer órgão público deve lembrar das medidas de segurança: como uso de álcool gel para higienização e máscara facial que é de uso obrigatório.

Falta de máscara gera multa a partir de amanhã em São Paulo; valores serão de R$ 500 para cidadãos e de R$ 5 mil para comércios

0

Por Joseane Miranda – A partir de quarta, dia 1º de julho, a Vigilância Sanitária vai multar pessoas ou estabelecimentos comerciais que desrespeitarem o uso de máscaras em espaços comuns. Os valores das multas serão  repassados ao programa Alimento Solidário, que distribui cestas de alimentos para famílias carentes.

Em estabelecimentos comerciais, a multa prevista é de R$ 5 mil por pessoa sem máscara a cada fiscalização.

Já em espaços públicos, como ruas e praças, a pessoas que não estiver usando a proteção será multada em R$ 500.

Juntas, as Vigilâncias Sanitária do Estado e das Prefeituras somam cerca de 5,5 mil profissionais que fiscalizam o cumprimento de leis de proteção e promoção da saúde pública.

O governo decidiu multar para uma conscientização da importância da proteção facial individual em favor de toda a sociedade.

E como o cidadão pode denunciar sobre o não uso das máscaras? As denúncias sobre locais com pessoas sem máscara poderão ser feitas pelo telefone 0800 771 3541, disque-denúncia da Vigilância. A ligação é gratuita e permite também registro de denúncias relacionadas às Leis Antifumo e Antiálcool para menores.

Transporte coletivo urbano de Indaiatuba é ampliado

0

Por Joseane Miranda – As linhas do transporte público de passageiro de Indaiatuba passaram por nova ampliação. Segundo informações divulgadas pela Prefeitura ontem à tarde, são 371 viagens nos dias úteis com 41 ônibus em circulação.

Os novos horários podem ser conferidos no aplicativo da empresa Sou Indaiatuba.

O ontinua sendo obrigatório o uso de máscara no transporte coletivo como medida de combate à pandemia do novo coronavírus. O Departamento de Transportes atende de segunda a sexta-feira das 8h às 17h pelo telefone (19) 3894-2049.

Mortes por Covid-19 chegam a 62 em Indaiatuba

0

Por Gil Nunes – Duas novas mortes pela Covid-19 foram confirmadas nesta segunda-feira, 29, em Indaiatuba.  O total de mortes no município sobe para 62.

Desde o sábado (27) até a data de hoje, foram a óbito cinco pacientes internados na cidade, mas segundo o Departamento de Vigilância Epidemiológica, em investigação residencial constatou três óbitos de pessoas que não são moradoras do município. Foi solicitado à DRS VII (Departamento Regional de Saúde) do Estado de SP a retirada desses registros para Indaiatuba. Os pedidos estão em andamento.

Segundo o Poder Público municipal, os dois pacientes de Indaiatuba faleceram ontem (28). Um do sexo masculino 84 anos, estava internado desde o dia 20 de junho, tinha hipertensão e outro masculino, 46 anos, sem comorbidades, estava internado desde o dia 21.

Indaiatuba soma 9.110 notificações (casos investigados) e até o momento são 1.499 casos confirmados de Covid-19. Deste total, 1.410 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Ainda há outros 100 casos em investigação.

O poder público afirma que 33 pessoas testaram positivo para a Covid-19 estão internados hoje para tratamento da doença.  

Atualmente há 33 pessoas internadas em leito clínico e 28 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 58% para o Haoc e 63% para o Hospital Santa Ignês. Em relação aos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) a ocupação no Haoc é de 92% e no Santa Ignês 50%.

Covid-19 provoca mais duas mortes em Indaiatuba

0

Por Joseane Miranda – O Hospital Augusto de Oliveira Camargo divulgou na manhã de hoje o boletim do atendimento de casos suspeitos e confirmados da Covid-19. A boa notícia é que quatro pacientes que estavam internados e em tratamento para a Covid-19, uma vez que haviam testado positivo para a doença, apresentaram melhora nos quadros clínicos e tiveram alta. Agora elas se recuperam em casa.
As mortes pela Covid-19 subiram na cidade. De ontem para hoje foram acrescentados dois óbitos e o total de mortos na cidade pela doença desde o início da pandemia é de 60. Um homem de 48 anos estava internado desde o dia 25 de maio morreu ontem ( 26), após mais de um mês de internação. A segunda morte é de um homem de 74 anos que estava internando desde o dia 15 de junho. Ambos tinham teste positivo para a Covid-19.
Dois pacientes que estavam internados na ala Covid-19e testaram negativo para a doença foram transferidas para outro setor do mesmo hospital.

Entre ontem (sexta-feira) e a manhã deste sábado, 10 novas internações de pacientes com sintomas de síndrome respiratória aguda grave procuraram atendimento no Haoc e foram internadas. O número de pacientes internados neste sábado (27) é de 48 pessoas. Sendo que deste total, 21 estavam na chamada ala UTI Covid-19, cujos pacientes necessitam de cuidados especiais e auxílio de respirador. Outras 27 pessoas estão na ala enfermaria.
Das 48 pessoas internadas em tratamento para a Covid, 20 realizaram testes que deram positivo para a doença provocada pelo novo coronavírus.

Sexta-feira

No final da tarde de ontem, dia 26, a prefeitura emitiu o boletim sobre a Covid-19 confirmada uma morte ocorrida no Haoc. O óbito ocorreu no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) na quinta-feira (25). O paciente, masculino 59 anos, foi internado no dia 12 de junho e não tinha comorbidades relatadas.

Dados da Vigilância Epidemiológica
O Departamento de Vigilância Epidemiológica confirmou somente na sexta-feira, 26, 112 novos casos positivos na cidade. O total é de 1.362 pessoas infectadas.
Sendo assim, Indaiatuba soma 8.183 notificações; 1.362 confirmados,
Ainda há outros 160 casos suspeitos aguardando resultado.

Índices de criminalidade caem durante pandemia em Indaiatuba

0

Por Gil Nunes Indaiatuba registrou nos primeiros cinco meses de 2020 redução nos principais indicadores de criminalidade em relação ao mesmo período do ano passado, que coincide com a pandemia do novo coronavírus. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo, divulgados nesta quinta-feira (25), os números de homicídios, estupros, roubos e furtos foram menores que os registrados no mesmo período do ano anterior.

Em relação aos homicídios dolosos a Polícia Civil registrou em 2019 três e em este ano nenhum caso. Já os casos de estupro tiveram uma queda de 25,81%. Foram notificadas 31 ocorrências. Nos primeiros cinco meses de 2019, foram 39 casos.

A maior redução foi nos casos de lesão corporal culposa por acidente de trânsito, que ficou em 179,73%. No ano passou foram 207 casos e em 2020 74.

Segundo o diretor do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 2), o delegado José Henrique Ventura, em entrevista ao portal G1, as medidas restritivas provocadas pela quarentena ajudaram na redução da criminalidade, especialmente nos chamados crime contra o patrimônio (furtos e roubos). “O pessoal tem ficado mais em casa, se expõe menos na rua, a casa não fica vazia”, pontua.

Ventura, entretanto, garante que os números também têm relação com o trabalho de campo das polícias, que tem prendido diversos desses criminosos no período. “A Justiça tem concedido muitos mandados e temos tirado de circulação muitos autores de roubo, a grande maioria deles reincidentes”, conta.

Em outro tópico divulgado pela Secretaria de Segurança do Estado – produtividade policial – também houve queda de 12,65% nos flagrantes, que reduziram de 187 em 2019 para 166 em 2020. No ano passado, de 1º de janeiro até 31 de maio, havia ocorrido 226 prisões. Em 2020 foram 191, ou seja, 18,62% a menos.

Lembrando que parte dos registros de crimes não há necessidade de deslocamento até a Delegacia. Existe a Delegacia Eletrônica, na qual as ocorrências podem ser feitas de maneira online. Entre os delitos que podem ser registrados pela internet estão violência doméstica, roubo e furtos de veículos e documentos. Entre as exceções estão os crimes de estupro, homicídio e latrocínio, que necessitam de comunicação imediata a autoridade policial.

OCORRÊNCIAS POLICIAIS REGISTRADAS20192020%
    
HOMICÍDIO DOLOSO30-300,00%
HOMICÍDIO CULPOSO POR ACIDENTE DE TRÂNSITO97-28,57%
LESÃO CORPORAL DOLOSA297212-40,09%
LESÃO CORPORAL CULPOSA POR ACIDENTE DE TRÂNSITO20774-179,73%
ESTUPROS3931-25,81%
ROUBOS – OUTROS165135-22,22%
FURTO – OUTROS825583-29,33%
FURTO DE VEÍCULOS6362-1,59%
ROUBO VEÍCULOS112081,82%
ROUBO DE CARGA03300,00%
TENTATIVA DE HOMICÍDIO5620,00%
LATROCÍNIO01100%
Fonte: https://www.ssp.sp.gov.br/Estatistica/Pesquisa.aspx
PRODUTIVIDADE POLICIAL – JANEIRO/MAIO20192020%
    
TRÁFICO DE ENTORPECENTES111108-2,78%
PORTE ILEGAL DE ARMAS41-300,00%
ARMAS DE FOGO APREENDIDAS1210-20,00%
FLAGRANTES LAVRADOS187166-12,65%
INFRATORES APREENDIDOS EM FLAGRANTE87-14,29%
PESSOAS PRESAS EM FLAGRANTE215201-6,97%
PRISÕES EFETUADAS226191-18,32%
VEÍCULOS RECUPERADOS91910,00%
APREENSÃO DE ENTORPECENTES1176590,91%
PORTE DE DROGAS7612260,53%
    
Fonte: https://www.ssp.sp.gov.br/Estatistica/Pesquisa.aspx

- Publicidade -

Postagens Recentes