TSE explica motivo da lentidão na totalizaçao dos votos

Ministro Luis Roberto Barroso afirma que “não há risco de o resultado [da urna] não expressar o que realmente foi votado”

0
281

O Tribunal Superior Eleitoral  (TSE) emitiu uma nota na noite deste domingo (15) explicando a demora na totalização de votos nas eleições municipais que resulta na demora na divulgação dos resultados.

Segundo a nota, os tribunais regionais eleitorais (TREs) estão remetendo normalmente os dados da apuração nos municípios, mas o banco de totalização está fazendo a soma com lentidão.

Em entrevista coletiva que está concedendo em Brasília o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que “houve um problema com o super computador. Um processador (hardware) teve uma falha técnica”.

“Os dados chegaram para a totalização totalmente íntegros, e apenas o processo de somar esse material que não estava acontecendo”, explicou o ministro.

Em Indaiatuba ainda não há soma dos dados oficiais divulgados pelo Cartório através do Site do Tribunal Regional Eleitoral (TER) de São Paulo.

O ministro afirma que a transparência na eleição está garantida.  “Não há risco de o resultado [da urna] não expressar o que realmente foi votado”, garantiu o ministro.

A cidade de Florianópolis capital de Santa Catarina já teve a totalização dos votos somados, esclareceu o ministro.

Confira a nota na íntegra:

“Em razão de uma lentidão no processo de totalização dos votos (soma dos votos), está ocorrendo um atraso para a divulgação dos resultados da apuração.

Os dados estão sendo remetidos normalmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e recepcionados normalmente pelo banco de totalização, que está somando o conteúdo de forma mais lenta que o previsto.

O problema está sendo resolvido pelos técnicos, para a retomada mais célere do processo de divulgação.

Ressaltamos que não há nenhuma relação com o vazamento de dados pessoais de servidores e nenhuma relação com a tentativa de ataque cibernético registrada pela manhã”.

Deixar um Comentário