Gil Nunes – A Prefeitura de Indaiatuba divulgou por volta das 14h30 de hoje, dia 15, que o serviço de Zona Azul havia sido retomado no município desde às 10h desta segunda-feira (15). Segundo o Poder Público Municipal, com a reabertura gradual do comércio desde o dia 1º de junho, autorizada pelo Governo do Estado de São Paulo, voltou promover a rotatividade das vagas existentes, disciplinar o espaço urbano e, como consequência, permitir maior oferta de estacionamento.

Atualmente a Zona Azul disponibiliza 1.233 de Zona Azul incluindo as demarcadas para uso exclusivo de idosos e deficientes. São 17 ruas atendidas na região central da cidade, além do trecho da avenida Francisco de Paula Leite, que compreende ao Boulevard da Cecap, do lado direito para quem segue sentido centro-bairro. No lado esquerdo da Paula Leite, o estacionamento rotativo funciona no trecho entre as ruas Domacyr Stocco Júnior e Francisco Castelo.

Para a utilização do estacionamento rotativo em Indaiatuba o usuário do serviço deve baixar gratuitamente o aplicativo Digipare no celular. Pelo aplicativo é possível adquirir créditos e escolher o período de utilização do estacionamento. Ao estacionar, o usuário poderá emitir o tíquete diretamente pelo celular, descontando o valor do saldo total dos créditos adquiridos previamente. O sistema permite a renovação do tempo de uso da vaga até o tempo limite de duas horas.

Quem não quiser baixar o aplicativo no celular terá a possibilidade de comprar créditos para uso em determinado período de tempo nos postos de vendas existentes nas áreas de abrangência da Zona Azul, ou com os fiscais na rua.

A Zona Azul funciona de segunda à sexta-feira, das 10h às 15h30, e aos sábados, das 9h às 12h. Aos domingos o estacionamento é livre. O valor é R$ 0,90 por meia hora e R$ 1,60 por hora. Deficientes e idosos continuam com direito ao estacionamento gratuito em qualquer vaga nas áreas de Zona Azul, desde que os veículos estejam devidamente identificados.

Em Indaiatuba, a Zona Azul é administrada pela empresa TecPark, que tem a concessão do serviço.

Deixar um Comentário