Agência do INSS de Indaiatuba não tem data para reabrir

Na região abriram apenas agências do INSS em Campinas, Cosmópolis, Santa Bárbara D' Oeste, e Nova Odessa

0
257

A agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Indaiatuba ainda não tem data prevista para reabrir.

Segundo a assessoria de imprensa da autarquia, a reabertura das agências do INSS, que começou ontem (17/09) no estado de São Paulo, ocorre de forma gradual, mas a agência local “não está entre as primeiras” previstas para reabrir para atendimento presencial ao público.

Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) abriram as agências do INSS em Campinas, Santa Bárbara D’ Oeste, Cosmópolis e Nova Odessa

O cidadão que necessita de atendimento deve continuar buscando as opções oferecidas pelo telefone 135, ou ainda pelo site gov.br/meuinss. Há a opção de atendimento pelo aplicativo para celular Meu INSS.

É possível tentar agendamento em outras cidades, mas o serviço de perícia médica continua interrompido.

Reabertura

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) recorreu e reverteu a decisão judicial do TRF3, que havia suspendido a reabertura gradual de suas unidades no Estado de São Paulo. Com isso, o órgão retomou parcialmente o atendimento presencial, com a reabertura de 119 agências no estado ontem, dia 17.

Atendimento apenas agendado

Após mais de cinco meses de atendimento remoto, os segurados devem ficar atentos às mudanças para evitar sair de casa sem necessidade. Para evitar aglomeração, e visando a saúde de servidores e segurados, as agências manterão regime de atendimento diferenciado. Nesta primeira etapa da retomada, as agências atenderão apenas segurados agendados e em horário reduzido, das 7h às 13h. Serão priorizados os seguintes atendimentos: avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

Para todos os serviços, o segurado deve realizar o agendamento pelo Portal Meu INSS (site gov.br/meuinss e aplicativo) ou pelo telefone 135. Segurados sem agendamento não serão atendidos nas agências, para evitar aglomerações, conforme determinações do Ministério da Saúde.

Deixar um Comentário