quarta-feira, setembro 23, 2020

Haoc registra mais duas mortes por Covid-19; confirmação foi divulgada no boletim desta terça-feira (25)

Por Joseane Miranda

Dois pacientes com diagnóstico positivo para COVID-19 foram a óbito na segunda-feira (24) no (Haoc) Hospital Augusto de Oliveira Camargo em Indaiatuba (SP). As mortes foram confirmadas no boletim divulgado na manhã desta terça-feira (25) referente às últimas 24 horas.

Segundo a direção do hospital, os óbitos foram de um homem de 34 anos internado em 22 de julho; e um homem de 70 anos internado em 13 de agosto.

O boletim desta terça-feira também informou que ocorreram ocorreram quatro altas hospitalares, sendo que duas são de pacientes Covid-19 positivo.


Oito novas internações de pacientes com sintomas de síndrome respiratória foram registradas nas últimas 24 horas na unidade que atende pacientes pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e também particulares.



O monitoramento diário de pacientes internados que apresentam sintomas de síndrome respiratória revela que na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Covid do Haoc nesta terça-feira (25) um total de 20 pacientes recebiam tratamento. Na ala da enfermaria Covid estavam internados 28 pacientes. O total de internados na ala especial montada desde o início da pandemia hoje é de 48. Deste total, 29 tem o teste positivo para a doença provocada pelo novo coronavírus.

Indaiatuba acrescenta três óbitos por covid-19 nesta segunda

Nesta segunda-feira (21) Indaiatuba não registrou óbitos pela Covid-19 nos hospitais que atendem pacientes com Covid-19 e sintomas de síndrome respiratória aguda nesta segunda-feira (21). Entretanto, o Departamento de Vigilância Epidemiológica, recebeu via retroalimentação pelo SIM (Sistema de Mortalidade) do Ministério da Saúde, a confirmação de mais três óbitos de moradores do município. Os óbitos ocorreram em hospitais de Campinas e  São Paulo.

Com estes três novos casos o número de mortes por Covid-19 no município subiu para 197 .

Os óbitos acrescentados, segundo a Prefeitura,  são os seguintes:  paciente do sexo masculino, 87 anos, morte ocorrida no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, que estava internado desde o dia 17 de agosto e faleceu no dia 21 de agosto. Possuía comorbidades – Aterosclerótica do coração.

A segunda morte ocorreu no Hospital Madre Theodora, em Campinas, paciente masculino, 50 anos, internado desde o dia 30 de julho. Segundo a informação divulgada pela prefeitura, ele foi considerado curado no dia 08 de agosto e acabou sendo reinternado no dia 21 do mesmo mês no mesmo hospital e faleceu no dia 14 de setembro na mesma unidade. Possuía neoplasia de cólon.

A terceira morte incluída na cidade hoje ocorreu Casa de Saúde de Campinas, feminino, 74 anos, faleceu no dia 15 deste mês. Possuía hipertensão e aterosclerótica do coração.

Indaiatuba acrescentou nesta segunda-feira (21) 129 notificações, e outros 22 casos positivos de Covid-19. Foram descartados 104 suspeitos (resultado de exame negativo para a Covid-19).

O município soma 31.830 notificações; 6.690 confirmados, sendo que 197 evoluíram a óbito; 6.455 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Ainda há outros 350 casos suspeitos aguardando resultado.

Atualmente há 54 pessoas internadas nos hospitais de Indaiatuba em tratamento para a Covid-19. São 34 pessoas internadas em leito clínico e 20 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).  Um total de 38 confirmados continuam internados, dois a mais que no dia anterior.

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 56% para o Haoc e 64% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI para o Haoc é de 71% e para o Hospital Santa Ignês 58%.

Agência do INSS de Indaiatuba não tem data para reabrir

A agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Indaiatuba ainda não tem data prevista para reabrir.

Segundo a assessoria de imprensa da autarquia, a reabertura das agências do INSS, que começou ontem (17/09) no estado de São Paulo, ocorre de forma gradual, mas a agência local “não está entre as primeiras” previstas para reabrir para atendimento presencial ao público.

Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) abriram as agências do INSS em Campinas, Santa Bárbara D’ Oeste, Cosmópolis e Nova Odessa

O cidadão que necessita de atendimento deve continuar buscando as opções oferecidas pelo telefone 135, ou ainda pelo site gov.br/meuinss. Há a opção de atendimento pelo aplicativo para celular Meu INSS.

É possível tentar agendamento em outras cidades, mas o serviço de perícia médica continua interrompido.

Reabertura

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) recorreu e reverteu a decisão judicial do TRF3, que havia suspendido a reabertura gradual de suas unidades no Estado de São Paulo. Com isso, o órgão retomou parcialmente o atendimento presencial, com a reabertura de 119 agências no estado ontem, dia 17.

Atendimento apenas agendado

Após mais de cinco meses de atendimento remoto, os segurados devem ficar atentos às mudanças para evitar sair de casa sem necessidade. Para evitar aglomeração, e visando a saúde de servidores e segurados, as agências manterão regime de atendimento diferenciado. Nesta primeira etapa da retomada, as agências atenderão apenas segurados agendados e em horário reduzido, das 7h às 13h. Serão priorizados os seguintes atendimentos: avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

Para todos os serviços, o segurado deve realizar o agendamento pelo Portal Meu INSS (site gov.br/meuinss e aplicativo) ou pelo telefone 135. Segurados sem agendamento não serão atendidos nas agências, para evitar aglomerações, conforme determinações do Ministério da Saúde.

Indaiatuba registra mais uma morte por Coronavírus e chega a 190

Com mais um óbito positivo para Coronavírus registrado nesta quarta-feira (16) Indaiatuba atinge a marca de 190 pessoas que perderam a vida pela doença. Outros oito óbitos ocorreram na cidade pelo novo coronavírus, mas a Secretaria de Saúde diz que não são de moradores do município.

O óbito confirmado nesta quarta-feira (16) ocorreu no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), uma paciente feminina, 90 anos, internada desde o dia 12 de setembro, possuía hipertensão e depressão.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica confirmou mais 40 novos casos positivos e total chega a 6.520 pessoas infectadas.

Situação Epidemiológica

No boletim de ontem  foram acrescentadas 292 notificações, e outros 40 casos positivos de Covid-19, além disso, foram descartados 194 suspeitos.

Indaiatuba soma 31.161 notificações; 6.520 confirmados. O número de pessoas consideradas curadas ou em recuperação domiciliar chegou a 6.295.

Nesta quarta-feira (16) o número de internados com teste positivo para Covid aumentou. Hoje são 35 confirmados internados, quatro a mais que no dia anterior. Hoje são 52 pessoas internadas com diagnóstico positivo ou suspeita de Covid-19. São 32 pessoas internadas em leito clínico e 20 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 46% para o Haoc e 58% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI para o Haoc é de 54% e para o Hospital Santa Ignês 71%.

Aulas presenciais nas redes estadual e municipal estão suspensas até o fim do ano

0

As aulas presenciais em Indaiatuba não retornam em 2020. Foi publicado hoje na Imprensa Oficial da cidade o Decreto nº 14.064, que prorroga o prazo de suspensão das atividades escolares presenciais nas redes públicas municipais e estadual até 31 de dezembro de 2020.

Pelo decreto as instituições particulares podem optar pelo retorno gradativo das atividades presenciais a partir de 5 de outubro, desde que tenham seus protocolos individuais aprovados pela Diretoria da Vigilância Sanitária.

Todas as medidas devem obedecer de forma integral às condições estabelecidas no Plano São Paulo para enfrentamento da pandemia de Covid-19.

A decisão de não retomar as aulas presenciais em 2020 foi tomada em reunião com a secretária de Educação, Rita de Cássia Trasferetti, a presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos de Indaiatuba, Regina Fabiano Miranda, a secretária de Assuntos Municipais da Apeoesp, Jaqueline Francisco.

A prefeitura de Indaiatuba afirma também que os pais de alunos foram consultados através de pesquisa, na qual 70% responderam que não mandariam ou não sabem se mandariam seus filhos para escola.

Rede Municipal

Alunos da rede municipal devem continuar fazendo as atividades escolares do Minha Lição. Todos alunos serão aprovados, e em 2021 será feito o reforço do conteúdo de 2020 para as escolas municipais e estaduais.

Em relação ao ano letivo de 2021 a Secretaria de Indaiatuba afirma que ninguém perderá a vaga. Os alunos que já estão matriculados na rede Municipal serão informados pela unidade escolar para atualizar documentos e endereço, já que a rematrícula e feita pela geolocalização.

Pais interessados em matricular os filhos na Rede Municipal devem aguardar a resolução da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

22,85% das mortes este ano, em Indaiatuba, são por Covid-19

0

Por Gil Nunes

Em levantamento feito pela Rádio Jornal de Indaiatuba houve a constatação que 22,85% dos óbitos registrados na cidade foram motivados pela Covid-19. O período destacado foi de 1º de abril a 31 de agosto de 2020. Conforme o portal https://transparencia.registrocivil.org.br/especial-covid foram registrados 757 mortes em Indaiatuba e deste total 173 foram de complicações provocadas pela Covid-19.

Outra constatação feita pela Rádio Jornal foi que o número de óbitos, em Indaiatuba, cresceu 25,98%, entre abril e agosto de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado. Vale ressaltar que a população de Indaiatuba cresceu de 1º de julho de 2019 a 30 de junho de 2020 somente 1,8265%, segundo dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 27 de agosto deste ano.

Em 2019 foram 601 mortes e este ano subiu para 757. A maior alta foi em junho quando aumentou 50,43%, seguida de maio com acréscimo de 48,62%. Em São Paulo e no Brasil o aumento de óbitos foi de 14,64% e 16,73%, respectivamente. Seguindo a tendência de Indaiatuba, o mês de junho também teve os maiores números no Estado e no País, 29,75% e 27,43%.

SOBRE O PORTAL

Publicado em 2018 e mantido pela ARPEN Brasil (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais), o portal de Transparência do Registro Civil é um site de livre acesso, desenvolvido para disponibilizar ao cidadão informações e dados estatísticos sobre nascimentos, casamentos e óbitos, entre outros conteúdos relacionados.
Este momento simboliza um marco muito importante para a ARPEN Brasil e o cidadão, uma vez que todas as informações resgatadas virão diretamente da Central de Informações do Registro Civil (CRC). Isto significa que através do compromisso da ARPEN com o cidadão, todos os fatos da vida civil serão acessados diretamente da fonte.

Cinema reabre na quinta-feira

0

O Topázio Cinemas, em Indaiatuba, se prepara para a reabertura de suas salas no Shopping Jaraguá e no Polo Shopping a partir da quinta-feira desta semana, dia 17 de setembro.

 O protocolo de procedimentos adotado foi desenvolvido pelas autoridades da área de saúde e vigilância sanitária, informa o Topazio Cinemas.

O diretor de programação do Topázio Cinemas, Paulo Celso Lui, reforça a preocupação da empresa com a segurança de clientes e funcionários. “Sempre tivemos muita responsabilidade, tanto que fechamos voluntariamente nossas salas antes mesmo de uma determinação das autoridades”, lembra. “Agora, com a retomada, este cuidado será ainda maior e estamos certos de que todos os protocolos minuciosamente estudados vão proporcionar uma experiência segura de entretenimento para nossos espectadores”, declara.

Entre as medidas adotadas estão: aferição de temperatura de todos os funcionários diariamente na chegada ao trabalho, sendo que o uso de equipamentos de proteção individual será obrigatório. A capacidade das salas será reduzida a 40% de sua ocupação, com bloqueio de lugares à frente, atrás e ao lado dos espectadores. Além disso, displays com álcool em gel estarão disponíveis em pontos estratégicos por todo o cinema.

Outra medida de segurança é que todos os equipamentos de informática serão higienizados constantemente (máquinas de cartões, totens de autoatendimento, entre outros). As filas de bilheteria e bomboniere terão sinalização de distanciamento físico demarcada no chão.

Com o objetivo de incentivar a compra online, os ingressos estarão mais baratos na internet do que na bilheteria e a compra de produtos da bomboniere também estará disponível através deste canal, com a retirada dos produtos acontecendo através de uma fila exclusiva nos cinemas.

A validação dos ingressos será feita através de leitores óticos, sem contato físico entre funcionários e clientes. A higienização das salas continuará acontecendo antes de cada sessão, mas o intervalo entre as exibições será maior para garantir uma limpeza ainda mais minuciosa.

Com relação ao uso de máscaras, será obrigatório para todos os clientes e em todas as áreas do cinema. A retirada será permitida exclusivamente para o consumo de alimentos em sua respectiva poltrona.

            Outro cuidado adotado pelo Topázio Cinemas será com relação à saída das salas após as sessões, que será de forma ordenada, por filas, para evitar aglomerações em escadas, corredores e portas.

Ar-condicionado

A manutenção dos equipamentos de ar-condicionado das salas do Topázio Cinemas continuará seguindo um rígido protocolo, de acordo com a lei federal nº 13.589, adotado antes mesmo da pandemia de Covid-19. Esta lei determina que todos os edifícios de uso público e coletivo que possuem ambientes climatizados artificialmente devem dispor de um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) dos respectivos sistemas de climatização.

            O diretor de programação do Topázio Cinemas, Paulo Celso Lui, explica que os equipamentos de ar-condicionado de um cinema, por lei, têm obrigação de ter renovação de ar. “O ar é constantemente renovado por dutos independentes. Um sistema de dutos absorve o ar da atmosfera externa e, após filtrado, refrigera o interior da sala. Outro sistema de dutos absorve o ar da sala e o elimina externamente”, esclarece Lui. “Inclusive, quando é feito o projeto de ar-condicionado neste segmento, é calculado o tamanho da máquina a ser utilizada, segundo normas da ABNT que especificam quantas renovações de ar por hora a sala deve ter, dependendo do seu tamanho”, completa.

Isolamento social reduz casamentos em cartório

0

Por Gil Nunes

O isolamento social em função da quarentena imposta pela Covid-19 trouxe vários impactos à sociedade. Um deles foi a redução no número de casamentos com registros em cartório. Em levantamento feito pela Rádio Jornal de Indaiatuba junto ao site https://transparencia.registrocivil.org.br/ houve uma queda de 46,86% na procura de casais para formalizar o casamento, entre abril e agosto, em relação ao mesmo período do ano passado.

A quarentena na cidade começou a restringir atividades e serviços em 23 de março, no entanto os cartórios foram considerados serviços essenciais e não deixaram de funcionar.

De 1º de abril a 31 de agosto foram registrados no município 330 casamentos, sendo que no mesmo período de 2019 foram 621 matrimônios. Abril e junho foram os meses com maior redução de 59,65% e 56,46%, respectivamente. Já maio a redução foi 31,66%, a menor do período de cinco meses.

SÃO PAULO

Já no Estado de São Paulo a queda foi de 45,63% no mesmo período usado para comparação. Já a média nacional foi próxima da observada em Indaiatuba, com 46,55%. No entanto, ao contrário de Indaiatuba, em ambos os casos, o mês de maio teve uma redução de 56,5%, enquanto a redução no município durante o chamado Mês da Noivas foi menor.

De acordo com a Arpen, a realização de casamentos no estado de São Paulo continuou sendo de forma presencial, seguindo as instruções dadas pela Corregedoria-Geral de Justiça de São Paulo (CGJ/SP).

Entre as orientações estão: espaçamento das cerimônias ao longo da semana, deixando de realizar muitos casamentos no sábado – preferência comum dos noivos; espaçamento das cerimônias; permissão de entrada apenas do casal e de duas testemunhas no cartório para a realização do casamento, sem presença de convidados; uso de máscaras por todos presentes no local; disponibilização de álcool gel e pias para lavagem de mãos; uso de canetas próprias para realização do registro de casamento, sem compartilhamento do objeto; distância mínima de 1 metro entre os envolvidos na cerimônia.

Indaiatuba registra mais dois óbitos por Coronavírus e chega a 181 o total

As mortes pela Covid-19 em Indaiatuba aumentaram para 181 registros desde o início da pandemia. A prefeitura confirmou mais duas mortes provocadas pelo novo coronavírus no boletim desta quarta-feira (9). O balanço epidemiológico divulgado mostra mais 80 casos confirmados da doença. Com isso, o total chega a 6.318 pessoas infectadas.

Sobre os casos confirmados hoje – de mortes e de contaminados – eles foram registrados no sistema no intervalo de 24 horas.

Sobre os óbitos confirmados hoje um foi registrado no Hospital Santa Ignês, masculino, 42 anos, internado desde o dia 13 de agosto. A morte ocorreu nesta quarta-feira (9) e o paciente tinha quadro de obesidade.

Outro óbito foi no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), masculino, 79 anos, internado desde o dia 02 deste mês. O óbito foi registrado ontem, dia 8. Neste caso as comorbidades relatadas foram AVC prévio, hérnia diafragmática entre outras.

O boletim desta quarta-feira (9) revela que 35 pessoas com teste positivo para a Covid-19 estão internados, seis a menos que o divulgado no boletim de ontem. O total de internados nesta quarta-feira (9) em tratamento para a Covid-19 é de 50 pessoas. São 26 pessoas internadas em leito clínico e 24 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 44% para o Haoc e 36% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI para o Haoc é de 71% e para o Hospital Santa Ignês 58%.

Dados divulgadas pela Vigilância Epidemiológica sobre a Covid-19 nesta quarta-feira (9)

Notificações – 215

Casos Confirmados – 80

Casos descartados (resultado negativo para a Covid-19) – 130

Total de Notificações – 29.804

Casos confirmados de Covid-19 –  6.318

Total de óbitos por Covid-19 – 181

Curados ou em recuperação Domiciliar – 6.102

Casos suspeitos (aguardando resultado) – 340

Liberada atividades culturais a partir de terça-feira, dia 8

0

Por Gil Nunes

A Prefeitura de Indaiatuba publicou ontem uma portaria definido regras para a reabertura das atividades de cultura, lazer e entretenimento, como sessões e espetáculos em drive-in, produção audiovisual, produção de espetáculos, circo, eventos culturais e de entretenimento, museus, centros culturais, bibliotecas, acervos, cinemas, teatros e salas de espetáculos e auditórios, parques e centros de entretenimento fechados por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). A retomada pode ocorrer a partir da próxima terça-feira, dia 8. Segundo a prefeitura, a liberação ocorre após Campinas completar 28 dias na fase amarela do Plano SP de flexibilização.

Os locais deverão seguir as regras: Horário de funcionamento limitado a 8 horas diárias; Ocupação máxima de 40% da capacidade do local; Controle de acesso obrigatório; Agendamento de hora e assentos marcados; Ocupação dos assentos e disposição de filas com distanciamento mínimo de 1,5 metro; Proibida a realização de projeções, shows, eventos e espetáculos com público em pé. Confira a portaria 847 a partir da página 31 da edição 1737 da Imprensa Oficial do Município.

Todos os estabelecimentos autorizados a funcionar devem exigir de trabalhadores, clientes e frequentadores a utilização de máscaras.

Indaiatuba acrescenta 7 mortes pela Covid-19 em um único dia

Duas mortes ocorreram domingo e segunda no Haoc, outros cinco casos foram acrescentados após determinação do Ministério da Saúde

Por Joseane Miranda

Nesta segunda-feira (31) o número oficial de mortes pelo Coronavírus em Indaiatuba saltou de 162 para 169 mortes. Em um único dia foram acrescentadas 7 mortes no registro do município.  Isso ocorreu porque 5 de 7 óbitos que a prefeitura não reconhecia como sendo de moradores com endereço no município foram acrescentadas após determinação do Ministério da Saúde. “Os outros cinco óbitos acrescentados foram incluídos após correção do banco de dados do SIM (Sistema de Informação de Mortalidade) do Ministério da Saúde”, esclareceu a prefeitura no boletim oficial. 

Atualmente há 68 pessoas internadas na cidade em tratamento para a Covid-19. São 41 pessoas internadas em leito clínico e 27 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A taxa de ocupação dos leitos clínicos é de 71% para o Haoc e 50% para o Hospital Santa Ignês, referente aos leitos de UTI para o Haoc é de 88% e para o Hospital Santa Ignês 50%.

Óbitos

De acordo com a Prefeitura, na segunda (31) foram acrescentados dois óbitos positivos para a Covid-19 que ocorreram no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo). As mortes ocorreram entre domingo e a manhã de ontem.

As mortes acrescentadas ontem são as seguintes:  paciente masculino, 60 anos, com comorbidades: hipertensão e diabetes.  Paciente masculino, 79 anos apresentava hipertensão, diabetes, dislipidêmico entre outras.

As mortes acrescentadas através do processo no Ministério da Saúde ocorreram no dia 29 de junho no Haoc: paciente masculino, 65 anos, etilista. 

No dia 07 de junho a morte foi de uma mulher que veio a óbito na Unicamp e com antecedente de câncer.

No dia 25 de maio foi registrado óbito de um homem de 62 anos que apresentava doenças pré-existentes como: hipertensão, dislipidemia e fibrilação arterial.

No dia 20 de maio, no Hospital Haoc, ocorreu a morte de um paciente do sexo masculino, 38 anos, sem comorbidades.

A sétima morte acrescentada ontem ocorreu no dia 11 de maio também de paciente do sexo masculino com 75 anos sem comorbidades.  Este óbito também ocorreu no Haoc.

Situação Epidemiológica

O Departamento de Vigilância Epidemiológica confirmou ontem mais 23 novos casos positivos e total chega a 5.908 pessoas infectadas pelo novo coronavírus na cidade. Também foram acrescentadas 142 notificações. Além disso, foram descartados 83 suspeitos (exames negativos).

Indaiatuba soma 27.917 notificações; 5.908 confirmados, sendo que 169 evoluíram a óbito; 5.697 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 42 confirmados continuam internados. Ainda há outros 298 casos suspeitos aguardando resultado.

- Publicidade -

Postagens Recentes